Home / Destaque / Manutenção preventiva: os detalhes que fazem toda diferença!

Manutenção preventiva: os detalhes que fazem toda diferença!

Cerca de 70% dos carros que circulam no país estão com algum pequeno defeito que por algum motivo nós motoristas não damos muita atenção, deixando a manutenção sempre pra depois. Mas se não cuidar desses pequenos problemas, eles podem crescer e ganhar proporções inimagináveis, principalmente com relação aos freios e pneus.    

  • Pastilhas de freios

Andar com a pastilha gasta certamente trará prejuízo, ainda mais se o motorista anda um pouco mais apressado. Com a pastilha gasta o carro demora mais a parar durante uma freada, que pode até não funcionar. O perigo de uma colisão é muito alta nesses casos, com possibilidade de sair alguém ferido ou pior. Consertar um carro que sofreu colisão pode sair muito mais caro que o valor de trocar umas simples pastilhas de freio, em média R$150.

  • Correia dentada

A correia dentada é responsável pela conexão entre o eixo de comando de válvulas com o vibrequim, ela que faz a sincronia da abertura e fechamento das válvulas. Usar uma com o tempo de vida expirado aumenta, e muito, o risco de rompimento da correia, podendo causar um choque entre as válvulas e os pistões. Quando isso ocorre, para consertar deve-se fazer uma retífica do cabeçote do motor, substituir as válvulas e guias danificadas, refazer suas sedes onde são alojadas. Tudo para garantir o funcionamento correto e evitar que entre óleo nas câmaras de combustão.

Esse simples conserto custa no mínimo R$2 mil, alguns carros populares podem custar até mais que o dobro. Já a troca da correia custa em média R$200, já com todos os serviços inclusos. Então, pense bem, não vale mais trocar a correia e gastar R$200 a cada 50 mil Km, do que ter que gastar no mínimo R$ 2 mil e ainda continuar trocando?

  • Lâmpadas

Trocar uma lâmpada do carro parece muito simples, rápido e até barato, em média R$20. E é, mas muitos não fazem justamente por isso e por parecer não ser tão urgente. Mas não trocá-la pode gerar um prejuízo enorme, principalmente se for o farol. Em uma rua escura ou estrada, ter os faróis funcionando perfeitamente pode ser a diferença entre poder evitar um buraco ou até um possível acidente. Além de evitar uma multa de R$85 por andar com as lâmpadas queimadas.

  • Gasolina

Andar com a gasolina sempre na reserva pode custar mais caro que imaginamos. Infelizmente a gasolina no Brasil não segue padrões de qualidade muito bons e geralmente tem uma certa quantidade de sujeira. Andar com a gasolina na reserva fará com que a sujeira se acumule mais rapidamente na bomba de combustível, certamente ele irá entupir e queimar. Uma simples troca da bomba custa em média R$350, para carros populares. Então ande com pelo menos meio tanque no carro.

  • Limpadores de parabrisas

Usar as palhetas dos limpadores ressecadas pode causar riscos nos vidros e outros grandes prejuízos. Como em dias de chuva causar falta de visibilidade podendo atrapalhar a direção e aumentar o risco de colisão. É melhor conferi-las de vez em quando e trocar, se necessário, do que gastar no mínimo R$350 pelo vidro mais os R$20 das paletas, para carros populares.

  • Pneus ruins

Andar com pneus carecas é muito perigoso, principalmente por eles serem uns dos principais itens de segurança do carro. Mas mesmo assim é comum ver carros andando assim e andar nessas condições representa um risco de colisão grave enorme. O melhor é sempre andar com o pneu dentro do prazo de vida e verificar se o desgaste chegou no limite, com a marcação do TWI. Para aumentar a vida do pneu, ande com o carro alinhado, balanceado e sempre faça o rodízio dos pneus. É melhor gastar um pouco com os pneus que perder a vida.

  • Óleo

O óleo é outro item que requer atenção. Ele é fundamental para manter a lubrificação do motor, por isso deve ser trocado dentro do prazo e nunca deixe de verificar se o nível está no limite. Andar com o óleo fora do prazo de validade, entorno de um ano, ou com ele abaixo do nível, comprometerá a lubrificação e o óleo não ajudará a refrigerar o motor. Isso diminui a vida do motor, ou pior, o motor poderá fundir e quando ocorre, o gasto no mínimo será de R$5 mil. É melhor manter o óleo e o filtro sempre em dia.

  • Água

A água do radiador é uma coisa que quase todos os motoristas demoram para verificar, e isso porque é o principal meio de resfriamento do motor. Sem ela o motor sobreaquece e se andar por muito tempo o motor se funde, gerando um prejuízo de, no mínimo, R$ 5mil reais. Por tanto verifique a água pelo menos uma vez por mês, e complete-a com o fluído na proporção certa se necessário.

ADILSON AUTO PEÇAS, QUALIDADE E CONFIANÇA!

FACEBOOK | INSTAGRAM

Sobre Maressa Urbano

Publicitária, acadêmica de Letras e coordenadora de mídia e conteúdo.

Além disso

Economize, a hora de construir é agora!

Para se diferenciar no mercado é preciso estar atento e preparado para as mudanças que ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *